sábado, 11 de julho de 2009

Pelé




Dorval, Mengálvio, Coutinho, Pelé e Pepe
.

9 comentários:

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Gostei do seu post e do seu Blog.
Obrigada por visitar o meu Blog AMOR, ainda que a pedido de outra pessoa.
Só que o convite que eu lhe fiz era para apreciar o meu post em outro Blog, o GALERIA, coisa que ele sempre faz.
Já que não quer ir, tudo bem. Só lhe diga uma coisa, por favor: nunca, jamais, encontrei um ser tão complicado.
E como ele não vai, vc, Baraçal pode ir:
http://wwwrenatacordeiro.blogspot.com
Um abraço e obrigada,
Renata Cordeiro

©tossan disse...

R E I

Plebeuzinho suado, atrevido e faceiro com a túnica branca ou listrada alve-negro.
Veio de longe, de muito longe!
Lutou para esquecer a pobreza.
Venceu! Tornou-se um rei.
Nele sobravam a perseverança e a coragem da valentia
de um lider, parecia que possuia 3 corações!
Por onde cavalgava, enloquecia os adversários, sempre corpulentos e desleais.
Foi revogada a lei Pagão escolhido o rei dos campos de batalha com os seus próprios méritos, com a aprovação
unânime do povo e da côrte.

Enumerava as vitórias e tentos, seus ataques, contra os alvos tinham destinos certeiros! Foram mil. Muito mais!
O grito de guerra ecoava vibrante, fora do tempo e espaço
parecia que o tempo parava por uns instantes ficou na lembrança do mundo.
Com seu sorriso puro, socava o ar e beijava a cruz sob a armadura de guerreiro imbatível e abraçava os seus soldados a cada tento.
Permanecerá na memória não mais em um , dois ou três, mas em todos corações da terra.

O povo e a côrte aclamavam a sua astúcia e genialidade; e elegia o verdadeiro e único: O rei do século! aos toques dos clarins dos escudeiros.
Deixava sempre o castelo para conquistar novos tesouros em campos de batalha estrangeiros se aventurando com os seus bravos soldados.
Várias vezes permutava sua túnica tradicional, por outra.
Verde, azul, amarela e branco.
E outros reis, principes, marajás e imperadores de côrte
proxima e aliada próxima das montanhas da serra e de um maravilhoso mar, que não se sabia o por que chamavam de Rio. Se juntavam, se preparavam em batalhas de exibição e aventuravam-se em guerras a favor da disputa de uma certa estatueta de ouro de muito valor, que depois...
Após derrotar oponentes, levava a paz, e pedia proteção as crianças e todos sentiam-se honrados ao seu lado.

Mas um certo dia o rei trocou de corte, deixou o castelo mais famoso do mundo no sul, por outro mais afortunado que conquistou ao norte em outro continente, encontrando uma nova cultura, outros tesouros, outro dialéto e outra gente.
O povo do sul lamentou e chorou por não ter havido um herdeiro em suas fileiras, humilhados com derrotas.
Mas tudo chegaria ao fim, o rei está seu merecido descanso
com a sua missão cumprida longe dos campos de batalhas,
soldados, dos adversários e do castelo do sul, onde só restaram os bôbos da côrte!
por tossan anos 80


Esta, não foi a mais bela postagem que fizeste, porém, a mais importante para o esporte da nossa querida Santos que tanto amamos e que o Pelé abriu as portas para o mundo. Abraço

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Muito lindas as tuas fotos, todas elas.
Abraços

Humana disse...

O grande Rei Pelé!
Não fazia ideia que ele era de Santos mas pareceu-me pelo comentário do Tossan.
Nós temos o nosso Eusébio que é o nosso orgulho.A nossa "Pantera negra" como é conhecido.
Beijos

Rodrigo disse...

Gostei muito das fotografias! enquanto que ainda sou amante, ja é profissional... espero um dia chegar a esse patamar :) visite(m) o meu blogue que também e de fotografia:
http://rodso-art.blogspot.com
abraço, rodrigo oliveira

pauloveras disse...

Belas fotos.
PArabens!
Abraços e bom domingo

cuentosbrujos disse...

sensacional reportaje compañero, un afectuoso saludo unos trabajos muy profesionales a mi tambien me gustaria dedicarme a la fotografia

Lini Hdz disse...

lo maximoooooooo!!!!!!!!!

Anônimo disse...

bom comeco